governo sao paulo
  • portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Museu Casa de Portinari

 

Museu Casa de Portinari

Fachada do Museu Casa de Portinari

Antiga residência de Candido Portinari, em Brodowski, o Museu Casa de Portinari, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, representa a forte ligação do artista com sua terra natal, origens e laços familiares. É o local onde ele realizou suas experiências com pinturas murais e se aprofundou na técnica ao passar dos anos.

O complexo é constituído de uma casa principal e anexos que foram construídos em sucessivas ampliações. A simplicidade típica do interior é a maior característica do Museu que foi inaugurado em 14 de março de 1970.

O acervo artístico do Museu Casa de Portinari constitui-se, principalmente, de trabalhos realizados pelo artista em pintura mural, ou seja, as pinturas, nas técnicas de afresco e têmpera, têm como suporte as paredes da casa. A temática é predominantemente sacra, exceto as primeiras experiências do artista neste gênero. O acervo também contempla uma coleção de desenhos, linguagem expressiva e significativa na produção de Candido Portinari, presente em todos os momentos de sua carreira.

O Museu ainda abriga objetos de uso pessoal, mobiliário e utensílios da família, sendo que alguns cômodos permanecem com suas funções originais e outros foram adaptados para salas de exposições. No conjunto, destacam-se o ateliê com os objetos de trabalho do artista e a “Capela da Nonna”, que Portinari pintou para sua avó que, por estar doente, já não podia ir à igreja para assistir à missa e orar.

Em maio de 2014, o Museu foi reaberto ao público depois de um completo e minucioso restauro que durou cerca de dois anos. A obra contemplou o reforço estrutural, as pinturas murais foram totalmente restauradas e estabilizadas às paredes da casa e foi implantado um projeto expositivo inteiramente novo, que ressalta a relação de Portinari com sua terra natal. A ação revelou um afresco inédito próximo à porta de entrada da casa: uma mulher de cabelos escuros, segurando no colo um bebê de olhos azuis. A ação revelou um afresco inédito próximo à porta de entrada da casa: uma mulher de cabelos escuros, segurando no colo um bebê de olhos azuis. Em dezembro de 2014, foi atestada – por uma comissão de pesquisadores –  a autoria da obra por Candido Portinari, com a ajuda de um assistente desconhecido.

A gestão do Museu é realizada pela ACAM Portinari (Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari), Organização Social de Cultura, em parceria com o Governo do Estado. Além do Museu em Brodowski, a ACAM ainda administra outras duas unidades museológicas do interior paulista, em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo: o Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre (Tupã) e o Museu Felícia Leirner/Auditório Claudio Santoro (Campos do Jordão), e ainda apoia as ações do SISEM-SP (Sistema Estadual de Museus).

O patrono

Filho de uma família humilde de imigrantes italianos, Candido Portinari nasceu em 1903, numa fazenda de café de Brodowski onde seu pai trabalhava na colheita. Aos 15 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro para aprofundar seu aprendizado em pintura. Recebeu diversas premiações nacionais e internacionais, e expôs sua arte nas principais galerias da época.

Ao longo de sua carreira, Portinari realizou pelo menos 5 mil obras artísticas entre afrescos, pinturas em óleo e desenhos. Algumas das mais famosas são os quadros “Café”, exposto no Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro), “O Lavrador de Café” e “Os Retirantes”, ambas no Museu de Arte de São Paulo (Masp), e os painéis “Guerra” e “Paz”, doados para a ONU (Organização das Nações Unidas), em Nova Iorque (EUA).

Candido Portinari morreu em 1962, intoxicado pelas próprias tintas.

Serviço:

Museu Casa de Portinari
Endereço: Praça Candido Portinari, n° 298 – Brodowski (SP) – CEP: 14 340-000
Funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 18h
Entrada: gratuita
Informações: (16) 3664-4284
museu@casadeportinari.com.br
www.museucasadeportinari.org.br