39ª Semana do Índio abre com exposição do ilustrador José Lanzellotti

Publicado dia 11/04/2011 por Acam Portinari

De 12 a 24 de abril, Museu Índia Vanuíre, em Tupã, exibe obras que retratam o cotidiano indígena na primeira metade do século 20.

De 12 a 24 de abril, o Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre, instituição da Secretaria de Estado da Cultura administrada em convênio com a ACAM Portinari, apresenta na 39ª Semana do Índio de Tupã uma exposição temporária com desenhos do artista paulistano José Lanzellotti (1926-1992), considerado um dos mais ecléticos ilustradores brasileiros. A mostra “Mais do Mesmo” complementa a exposição permanente do museu, ao retratar o cotidiano de tribos indígenas do Norte e Centro-Oeste do Brasil, na primeira metade do século 20.

As 15 cenas apresentadas, pintadas com guache e aquarela, são resultado de uma expedição feita pelo artista com os irmãos Villas Bôas, entre 1948 e 1949. Os desenhos fazem parte de uma coleção com cerca de cem peças, produzidas sob encomenda do Governo do Estado na década de 1970 e integradas ao acervo do museu anos depois.

Entre as peculiaridades retratadas nos desenhos, destacam-se as pinturas corporais, adornos, instrumentos de caça e tecelagem, além de um mapa com a localização de tribos indígenas, como os Bororo, Karajá, Kamayurá, Kayapó, Kaxinawá, Moré e Witoto. A coleção também permite ao público conhecer culturas de grupos não mais existentes no Brasil.

O artista

José Lanzellotti é reconhecido como um grande cronista do cotidiano. Nasceu na capital paulista em 1926 e desde cedo teve inclinação para a arte. Pode ser considerado um dos mais ecléticos e perfeitos ilustradores tupiniquins e foi chamado de “O Debret Nacional do século 20” pelo escritor  Afonso Schimidt, em matéria na revista Manchete em 1971. Produziu para peças de teatro, cinema, televisão, ilustrou capas de revistas, além de atender a uma centena de editores especializados em livros e produtos didáticos.
Dedicou grande parte de sua vida para registrar, por meio de suas artes detalhadas e documentadas, as coisas do Brasil. Suas obras podem ser facilmente encontradas em acervos de bibliotecas públicas e escolares, além de coleções particulares de apreciadores da boa arte e histórias em quadrinhos.
A abertura acontece no Museu Índia Vanuíre no dia 12 de abril, às 10h, com entrada gratuita. A mostra fica em cartaz até o dia 24.

Serviço: Exposição “José Lanzellotti – Mais do Mesmo”

Posts Relacionados

Museu das Culturas Indígenas: o novo polo cultural de São Paulo que promete valorizar a diversidade

Veja Mais

COSISEM passará a ter representação do ICOM Brasil

Veja Mais

SISEM-SP divulga Relatório Anual de Atividades de 2020

Veja Mais