Ir para o conteúdo

Em atendimento à legislação eleitoral, alguns conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

Caça-palavras em homenagem ao Dia da Consciência Negra é destaque no Museu Índia Vanuíre

Publicado dia 04/11/2021 por Acam Portinari

Programação conta também com Saberes e Fazeres Indígenas (5), dica de leitura (6) e curiosidades do acervo (8); on-line e gratuita

Novembro chegou com muita diversão para as famílias na programação do Museu Índia Vanuíre, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari. Agenda da semana conta com depoimentos indígenas, dica de leitura, brincadeiras e curiosidades. 

Nesta sexta-feira (5), às 15h, Samuel Oliveira, apresentará, pelas mídias sociais, depoimentos e reflexões sobre os indígenas na atualidade. Ele é professor e pertence ao grupo étnico Guarani-Nhandewa. A ação faz parte do projeto Saberes e Fazeres Indígenas. 

Além disso, todos os sábados, a instituição indica uma obra de leitura aos seguidores das mídias sociais. São publicações relacionadas às temáticas do Museu e de fácil acesso do público, por meio de livrarias on-line e e-books gratuitos. No dia 6, às 12h, a sugestão abordará relatos de crianças que compartilham suas percepções, temores e desejos para quando a pandemia acabar.

Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, o Museu Índia Vanuíre promoverá, aos domingos do mês, caça-palavras que abordam conteúdos sobre a importância dessa data, mostrando personalidades negras brasileiras. No próximo domingo (7), às 15h, a ação Família no Museu apresentará o escritor Machado de Assis.

A fim de comunicar ao público as riquezas existentes no acervo, o museu compartilha todas as segundas-feiras informações e curiosidades sobre sua coleção. Por isso, no dia 8, às 12h, exibirá uma caneta-tinteiro; instrumento que aplica tinta no papel. Vale lembrar que o museu está aberto à visitação presencial, de terça a domingo, das 9h às 17h; às quintas-feiras até às 20h, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária para seus funcionários e visitantes. 

Posts Relacionados

Museu das Culturas Indígenas: o novo polo cultural de São Paulo que promete valorizar a diversidade

Veja Mais

COSISEM passará a ter representação do ICOM Brasil

Veja Mais

SISEM-SP divulga Relatório Anual de Atividades de 2020

Veja Mais