CADASTRO ESTADUAL DE MUSEUS É TEMA DE REUNIÃO EM MARÍLIA

Publicado dia 10/07/2017 por Acam Portinari

Encontro ocorre dia 20 de setembro, das 09h00 às 12h00, na Biblioteca Municipal de Marília

Encontro na Biblioteca Municipal de Marília reúne museus da região

Apresentar a importância da adesão dos museus de Marília e região ao Cadastro Estadual de Museus (CEM-SP) é o principal assunto de reunião entre representantes de instituições museológicas da região e a diretoria do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), da Secretaria da Cultura do Estado, que acontece dia 20 de setembro, das 09h00 às 12h00, na Biblioteca Municipal de Marília.

Aberto a todo o Estado em junho deste ano, o CEM-SP estabelece os critérios para identificar quais instituições podem, de fato, ser classificadas como museus, tendo como base três eixos: Gestão e Governança, Salvaguarda de Acervos e Comunicação e Serviços ao Público.

“O Cadastro agora é a ferramenta que serve como base para a sistematização de informações relacionadas ao setor museológico paulista. Fomento de políticas públicas, repasse de verbas, exposições itinerantes, entre outros serviços, terão o CEM-SP como orientador das ações”, revelou o diretor do Grupo Técnico de Coordenação do SISEM-SP, Davidson Kaseker, que comandará a reunião em Marília.

O diretor frisa ainda que, independentemente do porte, é importante que todos os museus busquem aderir ao CEM-SP. “O Cadastro também possibilita que o museu entre em contato com sua própria realidade estrutural, receba visita de diagnóstico e orientação técnica, o que equivale a uma consultoria especializada.”

Em 2010, ano do último levantamento do setor realizado nos 51 municípios da Região Administrativa de Marília, foram listados 25 museus – número que certamente será atualizado com o CEM-SP.

Na região, até o momento, quatro instituições inscreveram-se no Cadastro: Memorial RB, de Assis; Museu Shunji Nishimura, de Pompeia; Ponto de Cultura, Memória e Arte, de Oscar Bressane; e o Museu e Arquivo Histórico Jornalista José Jorge Júnior, em Paraguaçu Paulista. O museu paraguaçuense, inclusive, já recebeu visita técnica do SISEM-SP para aferição das informações apresentadas no CEM-SP.

Para o secretário da Cultura de Marília, André Gomes Pereira, que estará presente no encontro, o Cadastro é de total importância aos museus do município e região. “Além de nos integrarmos ao SISEM-SP, pelo Cadastro irão passar as políticas de fomento, formação e encontros dos museus”. O secretário acrescenta que estreitar o diálogo entre os museus e levantar discussões em âmbito estadual também são vantagens do CEM-SP.

Serviço

Reunião da Representação Regional do SISEM-SP em Marília
Local: Biblioteca Municipal de Marília
Endereço: Rua São Luiz, 1295, Centro
Dia: 20 de setembro (quarta-feira)
Horário: 09h00 às 12h00
Informações: (11) 3339-8208

Fonte: SISEM-SP / SEC

Posts Relacionados

Museu das Culturas Indígenas: o novo polo cultural de São Paulo que promete valorizar a diversidade

Veja Mais

COSISEM passará a ter representação do ICOM Brasil

Veja Mais

SISEM-SP divulga Relatório Anual de Atividades de 2020

Veja Mais