Ir para o conteúdo

Em atendimento à legislação eleitoral, alguns conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

Obra ‘Centenário’ é apresentada após restauro em homenagem aos 141 anos de Campos do Jordão (SP)

Publicado dia 28/04/2015 por Acam Portinari

Escultura criada por Felícia Leirner, doada à cidade em 1974, foi restaurada pela ACAM Portinari, Museu Felícia Leirner e Prefeitura de Campos do Jordão e será mostrada ao público no dia 29/4 (quarta- feira)

Em comemoração aos 141 anos de Campos do Jordão (SP), o  Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro, instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo administradas em parceria com  ACAM Portinari, a Prefeitura de Campos do Jordão e o escritório Julio Moraes Conservação e Restauro, promoveram o restauro da obra “Centenário” de Felícia Leirner, localizada na Praça Nossa Senhora da Saúde, no bairro do Jaguaribe. A apresentação oficial acontecerá no próximo dia 29 de abril (quarta-feira), às 16h.

“Lembro-me de dona Felicia, octogenária, num tempo inclemente, debaixo de um guarda chuva trabalhando para entregar em tempo essa escultura à cidade de Campos do Jordão. Seu contato com a cidade ia além do museu-auditório. Queria bem e era querida por um número enorme de jordanenses. Sua casa “do telhado verde”, cheia de esculturas e lindo jardim, era uma referência na cidade. É natural que uma relação mútua de carinho seja materializada por uma praça que abrigue uma bem conservada homenagem feita com tanto amor e esforço”, lembra Adolfo Leirner, filho da artista.

A escultura foi doada à cidade em 1974, em homenagem ao 1º Centenário de Campos do Jordão, e tinha problemas graves de conservação em decorrência da ação do tempo e da falta de manutenção preventiva e corretiva. A equipe de conservadores e restauradores do escritório do Julio Moraes foi a responsável pela ação e deverá continuar cuidado da escultura.

“É uma honra e um privilégio assegurar, em parceria com o escritório Julio Moraes e a Prefeitura local, a preservação dessa importante obra da escultora Felícia Leirner – uma das mais importantes artistas do país, reconhecida internacionalmente pelo seu talento – bem como festejar com os jordanenses os 141 anos desta  encantadora cidade, que a própria Felícia escolheu como cenário para a sua inspiração e berço para a sua criação”, explica a diretora da ACAM Portinari, Angelica Fabbri.

Cápsula do tempo 

Na mesma data  será apresentado à população o conteúdo de uma cápsula do tempo, encontrada no último dia 14. O material teria sido enterrado, de acordo com informações locais, pelo pintor Expedito Camargo Freire, durante as comemorações do primeiro centenário de Campos do Jordão, em 1974. Medindo cerca de 30 centímetros, o recipiente guardava documentos que estão sendo restaurados, pois o tempo e a água provocaram danos.

Para o prefeito Fred Guidoni, a entrega do restauro será um momento especial. “Para nós é motivo de orgulho contarmos na cidade com as obras desta renomada artista. Poder entregar nos 141 anos o restauro de uma peça tão expressiva e significativa para nós, seguramente engrandece as comemorações do aniversário”, conta Guidoni.
Núcleo da Notícia Comunicação Corporativa:
Tel. (16) 3237-7367/68
André Luís Rezende – (16) 9.8142-4299
andreluisrezende@nucleodanoticia.com.br
Juliana Dias – (16) 9.9233-1823
julianadias@nucleodanoticia.com.br
Dayane Malta – (16) 9.9233-3014
dayanemalta@nucleodanoticia.com.br
www.nucleodanoticia.com.br

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo:
Jamille Menezes – (11) 3339-8243
jmferreira@sp.gov.br

Posts Relacionados

Museu das Culturas Indígenas: o novo polo cultural de São Paulo que promete valorizar a diversidade

Veja Mais

COSISEM passará a ter representação do ICOM Brasil

Veja Mais

SISEM-SP divulga Relatório Anual de Atividades de 2020

Veja Mais