• portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Museu Índia Vanuíre ensina a confeccionar o brinquedo Pop It – sucesso entre a garotada

Programação conta também com depoimentos de indígenas e curiosidades do acervo; on-line e gratuita

A programação de julho do Museu Índia Vanuire, instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari, começa com atividades voltadas à criançada, com muita oficina cultural e contação de história, além de depoimentos de indígenas do Oeste Paulista. Acompanhe a agenda desta semana!

Na próxima sexta-feira (2), a ação Saberes e Fazeres Indígenas exibe depoimentos de Analú Lipu, Terena da aldeia Ekeruá, da Terra Indígena Araribá, sobre a cultura do seu povo. Será às 15h, pelas redes sociais do museu. Não perca!

No sábado (3), tem sugestão de leitura. Para saber qual a próxima indicação, basta acompanhar as redes sociais da instituição e ficar por dentro de toda programação. As publicações são relacionadas às temáticas do museu e de fácil acesso, por meio de livrarias online ou e-books gratuitos.

O domingo (4) será destinado às crianças, com oficina cultural. Às 12h, aprenda a confeccionar o seu próprio Pop It, brinquedo antiestresse totalmente sensorial que ajuda na concentração e é sucesso entre a galera. Feito com materiais recicláveis, é totalmente sustentável, de fácil acesso e super prático.

A semana começa com curiosidade do acervo do Museu Índia Vanuíre. Você sabia que em 9 de julho é comemorado o dia a Revolução de 1932?  E que o capacete usado nesse período foi uma variação do modelo francês com o modelo inglês? Na segunda-feira (5), às 15h, a instituição apresenta um dos capacetes da época presentes no acervo. Confira!

O projeto Cultura e Diversão em Casa exibe depoimentos, de indígenas, sobre as culturas locais. Na terça-feira (6), às 15h, um Guarani-Nhandewa, da Aldeia Nimuendajú, Terra Indígena Araribá, conta uma linda história sobre o NHAMBU.

Já na quarta-feira (7), Claudete de Camilo Lipú, da Aldeia Ekeruá, mostra uma cantiga conhecida pelo seu povo. Na quinta-feira (8), será a vez de Martha Pio, Terena da Aldeia Ekeruá, que apresenta as brincadeiras tradicionais de seu povo, às 15h.

Como forma de continuar a disseminar a cultura, as ações educativas da instituição e também o tour virtual permanecem de forma on-line pelas redes sociais e site (@museuindiavanuire e www.museuindiavanuire.org.br/culturaemcasa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*