• portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

SISEM-SP REALIZA SEMINÁRIO SOBRE O MARCO CONCEITUAL COMUM EM SUSTENTABILIDADE DE MUSEUS EM 24 DE JANEIRO

Interessados poderão se inscrever para o evento, gratuitamente, no site do SISEM-SP

Estão abertas as inscrições para o Seminário sobre o Marco Conceitual Comum em Sustentabilidade de Museus, que será realizado em 24 de janeiro, das 14h às 17h, no Salão Nobre da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Promovido pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (UPPM) do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), instância da Secretaria, o evento tem como objetivo interpretar as questões-chave do Marco Conceitual Comum em Sustentabilidade do Ibermuseus, apropriando-as em consonância com os marcos legais e a Política Cultural da Secretaria para a formulação do Plano Estratégico para a Gestão Sustentável em Museus.

Além disso, objetiva a criar o Grupo Técnico da Política Setorial com a participação de técnicos da UPPM, representantes de museus públicos e privados, de órgãos representativos do setor como o COREM e ICOM, bem como especialistas da área de museologia.

Durante o encontro, espera-se constituir com técnicos da UPPM e representantes dos 18 museus geridos pela Secretaria em parceria com as Organizações Sociais de Cultura, o Grupo Técnico do Plano Estratégico para a Gestão Sustentável de Museus.

As diretrizes que orientam o Plano Plurianual 2020-2023 articulam-se com as metas estabelecidas pelos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) elaborados pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Leitura antecipada de documentos

É imprescindível que os participantes leiam antecipadamente os documentos apresentados no Seminário “Sustentabilidade em Museus: do conceito à prática”, realizado em novembro de 2019. São eles: “Sustentabilidade das Instituições e Processos Museais Ibero-Americanos  ̶  A construção de um Marco Conceitual Comum de Novembro de 2019”, apresentado por Patrícia Albernaz, do IBRAM e “Sustentabilidade em Museus: do conceito à prática”, apresentado por Davidson Kaseker, diretor do GTC/SISEM-SP. Clique os botões a seguir para baixar os documentos:

Download “Sustentabilidade das Instituições e Processos Museais Ibero-Americanos”Patricia_Albernaz_Sustentabilidade-Seminário-SP-22.11.19.pdf – Baixado 21 vezes – 1 MB

Download “Sustentabilidade em Museus: do conceito à prática”Seminário-Sustentabilidade-em-Museus.pdf – Baixado 18 vezes – 3 MB

“É importante que se construa durante o encontro, um roteiro de consenso sobre a metodologia e o cronograma já apresentados para prosseguirmos com as próximas ações com finalidades comuns e no melhor modo participativo. Sugerimos ainda como método de trabalho que as observações e propostas sejam redigidas com clareza e objetividade para apresentação durante o Seminário, que será dialogal e, nos momentos de plenária, cada participante poderá manifestar-se espontaneamente sobre a pauta”, diz Kaseker.

“A propósito do estado de coisas em que nos encontramos e tendo em conta as especificidades dos museus, quero chamar a atenção para um trecho de A Carta da Terra compromisso da Rio 92, ratificada pela UNESCO e ONU: ‘Devemos somar forças para gerar uma sociedade sustentável global baseada no respeito pela natureza, nos direitos humanos universais, na justiça econômica e numa cultura da paz’”, comenta Luiz Palma, da UPPM/SISEM-SP.

As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de janeiro, no site do SISEM-SP, por meio da plataforma ADA, no https://cem.sisemsp.org.br/. Saiba mais sobre o sistema de inscrição aqui.

Marco Conceitual Comum em Sustentabilidade

O Marco Conceitual Comum em Sustentabilidade (MCCS) materializa parte dos eixos de atuação do Programa Ibermuseus no que tange à sustentabilidade. Sua elaboração considera e valoriza os antecedentes internacionais relativos à sustentabilidade das instituições e processos museais; as pesquisas preexistentes sobre a temática no âmbito ibero-americano; bem como a representação do ambiente institucional (leis, normas, instituições e políticas públicas) com interface com o tema, segundo cada país da região.

É também um suporte para a definição de políticas e estratégias, com ênfase nas dimensões social, cultural, econômica e ambiental, assim como a construção de indicadores, reunindo os conceitos relacionados ao desenvolvimento sustentável sob a ótica das instituições e processos museais na Ibero-América. Além disso, o MCCS também apresenta alguns desafios em relação ao tema da sustentabilidade, considerando, no contexto ibero-americano, a complexidade de interpretar e assumir diretrizes comuns no campo da gestão institucional do patrimônio cultural e natural; do planejamento a curto, médio e longo prazo; do uso apropriado dos recursos; da potencialização do talento humano e da participação comunitária, entre outras.

SERVIÇO

Seminário sobre o Marco Conceitual Comum em Sustentabilidade de Museus

Dia 24 de janeiro, das 14h às 17h

Inscrições: até o dia 20 de janeiro, no https://cem.sisemsp.org.br/.

Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo – Salão Nobre, 1º andar

Rua Mauá, 51, Luz – São Paulo /SP

Gratuito

Fonte: SISEM-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*